27 julho 2006

Trocas III

Guarda meus
poemas
como tua ermida
junto às lembranças
deste beijo de
despedida.

Aqui deixo
lascas
de um amor de
minha vida.


Keila Sgobi

21/07/2006

(Copyleft)

4 comentários:

  1. A poética vai trocando, mas continua num caminho excelente!!

    Parabéns, poeta!!


    Beijos!!

    REMO.

    ResponderExcluir
  2. Belas trocas!

    O amor e a poesia
    doadas para o coração... :)

    Beijos!

    ResponderExcluir
  3. Algumas lascas às vezes nos doem pele adentro e, mesmo que não sangrem, são difíceis de tirar: estas doem pra burro!
    Outras lascas são tidas como relíquias: estas vendem pra burro!

    ResponderExcluir
  4. O amor guardado em versos...

    Beijos!
    :)

    ResponderExcluir