27 fevereiro 2006

Por Deus!!!

o sonho
acabou.

18 fevereiro 2006

flash back

Um mendigo
estava sentado.
Perdeu sua vergonha,
virou-se para o canto
e exibiu-as
(as vergonhas),
aliviando-se,
indiferente à multidão
que por ali
passava.


Keila Sgobi

30/11/1999
Copyleft

Aos leitores e leitoras

Colegas Blogueiros e blogueiras,

em breve, iniciarei a postagem de poemas dos quais gosto muito, que têm grande significado em minha vida. Alguns são meus. Outros, como se fossem. Tranquilidade, pois todos os créditos serão devidamente relizados.

Beijos e abraços,

Keila Sgobi

10 fevereiro 2006

Perspectivas

Deitada sobre aquele corpo quente e rijo, a mulher pensava sobre todas as possibilidades de ser daquela união. Ele tão jovem e másculo, enérgico e sexual, corresponderia prontamente aos seus desejos carnais mais inusitados. E mais, mulheres naquela idade são um poço de experiência. Um poço.

Bom para ele, melhor para ela? Nunca se sabe.

O suor misturado a fortalecia. Nem sempre corpo tão másculo a envolvia por toda uma noite. Raridade na vida de uma loba. Uma loba. Solitária.

Os pensamentos voavam. Como a abordara. O sorriso largo e encantador. As mãos que a agarraram. Uma, duas, três garrafas de vinho tinto. Seco. Como o beijo que a lambuzou a noite toda. Lavou corpo e alma. A tontura se calou nos negros braços fortes que a ergueram ao céu. Sem limites.

“Mas é só uma criança” – pensava. Sem útero para meninos que dormem ao lado de sua playboy.


10/02/2006


Copileft