12 maio 2018

Procure-me nestes espelhos:
nunca me encontrará.
O meu tipo não é modelo
No qual se espelhar.


Keila Sgobi de Barros
7.4.2018

18 fevereiro 2018

Encontro

Entre meus cachos
Grisalhos
Vejo os teus
Nos meus
Braços
O abraço
Nosso peito
Preencheu.


Keila Sgobi
18.1.2018

12 outubro 2017

Ali
Em um lugar qualquer
Em lugar algum
Ele se esconde

Em mim
Se perde.


KSB
16.9.2017

06 outubro 2017

Vácuo






Você,
- Meu sonho
Na real
É vácuo:
Abismo sem poesia
Vazio em mim.


6.10.2017
KSB

11 setembro 2017

Flerte Virtual

E, de repente, teu sorriso surge
Em meio a mensagens rudes
Que confundem minhas emoções.

Os olhos que brilham e seduzem
Os lábios que cegam e conduzem
A experiências que nunca vivi.

Teu olhar me penetra
E, minha alma, atravessa
Fazendo-me ruir

Mas, antes do suspiro final,
Perco teu sinal:
O Wi-Fi não funciona aqui


27.06.2017
KSB

21 agosto 2017

Artista

Ele se mascara
Da vida
Intérprete:
Veste poesia
A todos
Entretém
Na madrugada,
Soturno,
Se despe
Eleva
O olhar:
Adiante,
Ninguém.



KSB
8.8.2017

23 julho 2017

Paranapiacaba


Cercada por sorrisos e olhares,
sinto o odor fúnebre da construção:
milhares de vidas ceifadas
em prol de suposta evolução.

Trabalhadores despencaram de penhascos
sem direito à extrema-unção;
indígenas que guiaram nossos passos,
assassinados sem compaixão.

Não há neblina que encubra
rios e vales de cor rubra
Vila que nasce da exploração
estaria fadada à extinção?

KSB
5.6.2017

25 junho 2017

Alucinação

José Castellano (Ag.Istoé)



Tua poesia
- Suicida -
Em meu peito
Faz morada.
São, meus lábios,
Trampolim
À derradeira 
Jornada.



Keila Sgobi de Barros
31.5.2017

17 junho 2017


KSB

Afeto calado:
Coração aquece
Enamorado

KSB

11.6.2017

26 maio 2017

Autoconhecimento




Foto: Vyacheslav Mishchenko








Ensimesmada
Sou eu mesma:
Do meu caracol,
Saio lesma.

KSB, 12.5.2017