15 junho 2006

temor

E eu sempre temendo
abrir os meus braços
envolver-te como tentáculos
agarram para sobreviver

escorregar minhas mãos
e sentir-te corpo inteiro
reconhecendo, sem exageros,
seus caminhos sem contra-mão

cheirar-te o rosto
provar-te o gosto
viver em gozo
ser abandonada pela manhã

meu desejo de engolir-te
e, quem sabe, possuir-te
para beijar-te, agarrar-te
e sentir-me plena de amor

sempre temendo, eu temi
e nada pude impedir:
perdi teu corpo, teu cheiro, teu gozo
pago com a alma o preço do meu temor.


Keila Sgobi
02/02/2006

(Copyleft)

4 comentários:

  1. antes tremer do que temer....
    com certeza :)

    ResponderExcluir
  2. Temer o amaro amor
    Tremer a dor
    Seja como for
    Voar além,
    amanhecer em flor.

    Estrelas.

    ResponderExcluir
  3. , sentir. sem ti. envolvendo como tentáculos. tentar não temer.

    |beijos meus|

    ResponderExcluir
  4. temor... tremor... tentador!

    ResponderExcluir