28 janeiro 2007

Encaixe II

Mas no tempo nos encontramos
Sem esperar, nos trocamos
Com medo, nos aceitamos
Mas confiamos no porvir

Sem disfarce no rosto
Sorrisos estampados
Meus cachos encaixam em seus ombros
Meu cheiro, pelo seu, embriagado

Fora do tempo, do espaço
Em nosso encaixe completados
Ficamos nus enleados
Por nosso amor velados.


Keila Sgobi

9 comentários:

  1. Anônimo23:54

    Oi Keila,

    Bem se vê: encaixe bom, que não falta, e não sobeja...

    Beijos...

    ResponderExcluir
  2. suave,
    feito canção.
    bjo.

    ResponderExcluir
  3. Havendo dois e dando encaixe é isso mesmo. Belo roteiro, Keila. Passa lá pra um mergulho. Riodaqui leva o beijo. Paulo Vigu

    ResponderExcluir
  4. Que perfeição nessa maneira poética de encaixar nos versos os desejos dos corpos... ai...rs... Beijossss

    ResponderExcluir
  5. minha querida, dos tempos de fanzine!
    fiz um blog e te linkei la ok? um dia, qdo tiver tempinho, dê uma lida nos meus textos meia boca! =]
    um beijo!

    ResponderExcluir
  6. Que encaixe perfeito!

    "Meus cachos encaixam em seus ombros"

    Adorei isso! ;)
    Beijooos

    ResponderExcluir
  7. gija11:23

    ops, corrigindo, é palavraschulas.blogspot.com ahahah bjo!

    ResponderExcluir
  8. E como é bom amar e ser amado, não é mesmo, amiga!!!


    Beijos!!

    REMO.

    ResponderExcluir