14 janeiro 2007

dentre bocas e dentes
e teus toques silentes
as palavras são as mais quentes

8 comentários:

  1. poema da carne,da febre...muito legal

    ResponderExcluir
  2. as palavras sempre são as mais quentes.
    ah, o que elas podem fazer...

    ResponderExcluir
  3. palavras.
    elas são os opostos amantes.


    vim retribuir uma visita tua..a um bom tempo.

    ResponderExcluir
  4. Ah, as palavras ditas pelo toque podem ser mais quentes que quaisquer outras....

    Bjs...

    ResponderExcluir
  5. Essas palavras que assinam arrepios na gente.

    ***Estrelas***

    ResponderExcluir
  6. Adoro isso!! Lindo!!! beijosss

    ResponderExcluir
  7. E os silêncios ainda mais fervilhantes, eu diria!


    Beijos, linda!!!

    REMO.

    ResponderExcluir