10 outubro 2006

Ilusão

A chama secou
perdeu sua vitalidade
procurei-a em seus olhos,
cabelos, identidade
Descobri que tudo aquilo
era só publicidade

Keila Sgobi

12 comentários:

  1. (de quando o amor é mentira)

    Ilusão, Keila, de perfeição estonteante. Gostei demais.

    **Estrelas**

    ResponderExcluir
  2. que decepção!
    hehhehee, adorei :)

    ResponderExcluir
  3. E se aquilo for a alma do seu negócio?

    ResponderExcluir
  4. ilusões alimentam, mesmo que, depois, desnutram.
    (é boa a fartura dos sentidos, não?)

    ResponderExcluir
  5. nutrição ilusória
    ilusão desnutrida
    sonhos alimentados
    pesadelos despertos
    (é vida que segue
    por nós, devorada)

    ResponderExcluir
  6. Sei bem como é... duro foi ouvir isso de mim, uma vez O.O

    pois é,... bonito, bonito


    BeiJardins

    ResponderExcluir
  7. ...nada doce é a ilusão,mas percebe-la, sim, é libertador...

    ResponderExcluir
  8. Relacionar-se como um empreendimento, amar como um lucro e iludir como publicidade.
    Assim passeia,
    entre um capítulo e outro da novela,
    entre um pedaço e outro da avenida...
    e não por nossas necessidades, por nossa vida.
    Quer saber, Keilinha,a gente demora a perceber que a propaganda é a alma, além do corpo...Mas, nunca é tarde pra deixar de comprar essas idéias.

    beijos
    da sua amiga de coração socialista..rs...

    ResponderExcluir
  9. Pura realidade!!

    Adorei!!

    Beijinhos, dear...
    :)

    ResponderExcluir
  10. Advertimos que as propagandas de publicidade não transmitem todas as informações pertinentes ao produto.
    Recomendamos, antes de adquirir um produto, que o consumidor procure saber mais sobre o mesmo: todos os benefícios e eventuais contra-indicações em sua regular utilização, bem como seu prazo de validade.

    (Viajei bonito!) =P

    ResponderExcluir
  11. Imagem não é nada. Sede é tudo. Obedeça sua sede. Beba Sprite!


    Beijão!!

    REMO.

    ResponderExcluir